Sustentabilidade | sexta-feira, 29 de dezembro de 2017
Guia para a festa do ano novo sem desperdício

Oba, fim do ano chegou! Essa é a época de renovar aquela velha lista de “coisas a realizar no ano novo” e celebrar a virada ao lado das pessoas que gostamos. É pensando nesse clima de festa que me veio a pergunta: “como ser sustentável durante a festa de fim de ano e começar 2018 com a consciência tranquila? Isso é possível?”. E, para compartilhar várias idéias geniais, fiz um resumão para vocês de como fazer sua festa sem gerar muito lixo. E aí vão as dicas!

Decoração

A decoração é uma das partes mais divertidas e uma das que gera mais resíduo, pois, na maioria das festas, cerca de 60% do que é usado vai direto para o sacolão do lixo. Vamos esquecer os balões e outros descartáveis e pensar de forma criativa: olhe a sua volta! A decoração mais sustentável é aquela você pode usar com as coisas que já tem em casa!

Pesquisando por aí, descobrimos que existe uma empresa chamada reciclã, que é especializada em realizar festas sem gerar muitos resíduos. Além de nos ensinar que podemos festejar de forma mais sustentável, a reciclã dá uma aula de como decorar lindamente utilizando apenas coisas do dia a dia! Pisa menos, reciclã.

Por último, peguei uma dica muito fofa de um restaurante lá de Tiradentes que, apesar de nunca ter visitado, já o admiro desde sua existência. O nome dele é Uaithai e foi criado pelos irmãos Lufe e Ricardo Gomes. O que me inspira para a decoração de ano novo são as lâmpadas do local, que são cobertas com saco de pão. Uma ideia muito fofinha e que fica um charme de noite. Os irmãos se inspiraram nas lâmpadas da cerimônia de fim de ano da Tailândia, também conhecidas como Kongming ou lanternas chinesas.

Comidinhas

Para evitar o máximo de desperdício, o ideal é cozinhar em casa (essa dica serve também para deixar o cardápio da noite mais saudável e mais fresco). Se você já tem uma mente estrategista que já imagina pouco desperdício de comida, sabe que com as sobras pode-se fazer compostagem. Uma dica bacana é: se você for fazer docinhos, ao invés de colocá-los naqueles papeizinhos, que tal colocar diretamente em uma tábua/prato/bandeja?

Talheres, pratinhos e canudos

Se você vai comemorar as festas de final de ano na sua casa, opte por usar talheres de metal. Mesmo que você vá receber todos os seus convidados e eles sejam numerosos, combinem, dias antes, de montarem a equipe da limpeza! Caso seja você a convidada, faça a sugestão para o(a) dono(a) da casa. Caso ele(a) não topar, tudo bem. Leve, de casa, os seus próprios talheres e viva a experiência de não gerar lixo.

Isso já aconteceu diversas vezes comigo e sei que vai continuar ocorrendo: minha família por parte de mãe é formada por muitas pessoas e, quando se reúnem, há sempre aquele tio que chega com todos os copos descartáveis e companhia. Mas tudo bem, eu respiro fundo e vou até o armário pegar um copo de vidro e talheres de metal. No final, lavo-os e coloco de volta no armário. Simples!

A ideia com os pratinhos e canudinhos é a mesma dos talheres: nada de plástico. Principalmente os canudos, pois geram um impacto negativo maior pelo fato de serem finos e irem parar em rios, lagos ou no mar facilmente.

Marmitinha da festa 

Ao final da festa, sempre sobra alguma parte da sobremesa ou afins e não há nenhum problema em perguntar se os seus convidados querem levar para casa. Por isso, lembre-os de levar seus respectivos potes de vidro, pois aqueles potinhos de plástico duram anos para se decompor e vão ser usados por, no máximo, alguns dias – geralmente o tempo em que a marmita sai da sua festa e é consumida no dia seguinte.

E essas são as boas dicas de hoje! São nos pequenos detalhes e nas pequenas atitudes que realizamos ações relevantes para o meio ambiente. Eu me dei conta que ser sustentável é, simplesmente, ser simples, e não deixar de ser eu mesma. E, jamais, deixar de dar boas festas!  Se você praticou alguma dessas dicas, compartilha com a gente nos comentários ou nas nossas redes sociais. Nos vemos na próxima quinta! 🙂



Acompanhe o Boas Dicas também nas redes sociais: @blogboasdicas e fb.com/blogboasdicas!

---

Deixe seu comentário!




(*) campos obrigatórios.