Boas Dicas · Música | sábado, 6 de janeiro de 2018
Festival I’Music reúne nomes do rock, rap e folk nacional

Até domingo (07/01) está rolando o Festival I’Music, promovido pelo Shopping Iguatemi e parceiros (como a Itaipava), trazendo à Fortaleza diversas atrações musicais do cenário nacional, além de um espaço de interação e diversão. A proposta nos lembra o Ceará Music (quem lembra?) e oferece três dias de shows.

Programação Musical

No cast do evento, nove bandas nacionais entram no palco do I’Music para shows. São elas:

– SEXTA

Selvagens à Procura de Lei
Anavitória
Projota

– SÁBADO

Paralamas do Sucesso
Frejat
Jota Quest

– DOMINGO

Ney Matrogrosso
Jorge Ben Jor
Monobloco

Os shows iniciam a partir das 17h – mas os portões abrem às 15h – e seguem até às 22h. O primeiro dia de festival (05/01) encerrou por volta das 23h. Então, a ordem de apresentações (que serão como descritas acima), acontecem mais ou menos assim: 17h a primeira apresentação, 20h a segunda e 22h a terceira. Há um intervalo de mais ou menos meia hora entre um show e outro. Cada dia prevê em torno de 15.000 pessoas passando pelo espaço.

Ontem o #IMUSIC recebeu em seu palco Selvagens à Procura de Lei, Anavitoria e Projota. A sexta-feira no Iguatemi ficou ainda mais linda com tantos sorrisos, música boa e encontros. ?? Hoje estamos esperando você para mais um dia cheio de emoções.

Uma publicação compartilhada por Iguatemi Fortaleza (@iguatemifortaleza) em

Atrações para Diversão

Além das atrações musicais, o festival disponibilida outras oportunidades para se divertir. A mais chamativa é a roda-gigante (estilo Coachella) – que é um ótimo ponto para fotos/selfies e supervale a voltinha. Dá pra ver o Cocó, o próprio espaço do shopping e o todo o espaço do I’Music com vista privilegiada.

Há também a tirolesa (esta não consegui ir! 🙁 ) com uma altura mediana para você curtir uma mini adrenalina, haha. Além de outros lounges com interações – o espaço da 99,1 FM tem uma roleta de brindes; o lounge da coca-cola tem sofás para relaxar, assim como o da Enel, que oferece também carregadores para celular e outros aparelhos digitais.

Há também – de forma organizada – uma praça de alimentação e um outro espaço destinado aos banheiros. Apesar da praça, também há vendedores de comidinhas por todo o espaço, além de bares da Itaipava por todo o festival (inclusive um bem próximo ao palco). O ponto positivo é que dá para aproveitar essas comidinhas sem fugir muito dos shows, e o ponto negativo é que esses mais ambulantes não aceitam cartão, apenas dinheiro em espécie. O valor é similar a de outros eventos. Um churro, por exemplo, custa R$5, assim como a cerveja. Encontra-se também uma grande variedade de opções, de saquinhos de pipoca a coxinhas gourmets.

Aproveitando melhor tudo

Na sexta-feira, o público estava cheio, mas ainda “tranquilo” de aproveitar. Mesmo assim, quem quiser chegar próximo ao palco, precisa se dirigir para o espaço cedo, porque logo que começam os shows, todo mundo se direciona até lá. Lembrando que, como existe apenas esse palco, a concentração de pessoas na hora do show é bem maior.

Aproveite as brechas de um show para o outro para se infiltrar mais na frente, se esse for seu objetivo.

Já se você foi curtir um show em específico, saia do aglomerado próximo ao palco para curtir as demais atrações, pois as filas bem serão menores. Assim, você aproveita tudo que está disponível de forma organizada.

Outra dica que acho importante é: se você não conhece todos os músicos, tente aproveitar melhor os demais shows. Na sexta, fui conferir especificamente o show da Anavitória, uma banda que eu conhecia todas as músicas. Porém, quando iniciou o show do Projota (que eu conhecia, sei lá, três músicas) curti algumas atrações e voltei para o show – e energia foi in-crí-vel. O show foi muito legal, percebi letras maravilhosas (super de cunho social, mostrando uma realidade muito presente – mas não muito observada) e a animação foi de 100%. Mais um artista pra adicionar na playlist e na listinha de ótimos shows curtidos. (Infelizmente, não consegui gravar, pois fiquei sem bateria! :()

Dicas úteis para quem vai ao I’Music

Por fim, algumas dicas mais práticas para você curtir todo o evento com mais disposição.

– Se for de carro, estacione na saída da Sebastião de Abreu e pague seu ticket logo que chegar. Não precisa ir até o shopping, pois existem pessoas pelo evento com maquinetas para isso. A taxa é única.

– Não leve alimentos ou água na bolsa, pois existe uma revista antes de entrar. Ah, e prefira bolsinhas pequenas para poder aproveitar melhor o show, além de fechadas com zíper para maior segurança.

– Vá com roupas confortáveis: legging, pantacourt, shortinhos e blusinhas finas, croppeds e camisas largas. O espaço é aberto, mas com muita gente fica bastante calor. Ah, e opte pelo tênis! Ontem, descobri o real tamanho daquele estacionamento. Cansa, viu?

– Carregue seu celular antes de ir para poder gravar e fazer selfies. O espaço é bem bacana pra tirar fotos. 🙂 Mas fica a dica: apesar de ter wifi gratuito, ele não funciona! Haha! E nem o 4G. Acabei postando tudo depois, quando o sinal voltou a pegar. Já sabe, né? Muita gente, os celulares ficam assim.

Espero que vocês aproveitem bastante o festival. Eu SUPER apoio esse tipo de iniciativa – independente de ser num shopping – porque não sou público de muitos outras atrações tão comuns pela cidade. Quem curte rock, pop e outros ritmos mais alternativos agradece! Torço para que o evento seja um sucesso e cresça o suficiente para trazer outras atrações, inclusive simultâneas, pois será uma ótima forma de apoiar também o cenário artístico local.

Um beijão e até o próximo post!

#Publi: este post teve o apoio do Shopping Iguatemi Fortaleza e da Itaipava. <3 Ambos fizeram quatro pessoas mais felizes na sexta-feira e estão ajudando com dicas outras muitas pessoas que curtirão o festival. Obrigada!



Acompanhe o Boas Dicas também nas redes sociais: @blogboasdicas e fb.com/blogboasdicas!

---

Deixe seu comentário!




(*) campos obrigatórios.