Boas Dicas | quinta-feira, 12 de janeiro de 2012
Boas dica: Profissionais de RH, anunciem direito as vagas!

Pois bem, eis que me deparo em uma jornada de compartilhar vagas para amigos que estão em busca de recolocação profissional. Diversas são as listas gratuitas de vagas. Basta você se inscrever, aguardar a aprovação e começa a receber uma enxurrada de emails com as vagas escritas em caixa alta, com o nome das funções ou cargos.

Além dos meios gratuitos, há também os sites de ofertas de vagas pagos, como o Fastjob, Catho Online e outros. Nessa rotina, faço uma mini triagem de vagas para as pessoas que desconfio que se encaixem no perfil e, no processo, noto a falta de clareza na descrição. A minha boa dica para os profissionais de RH é:

Verifiquem as informações antes de anunciar a vaga!


Todas as áreas têm suas especificidades. Não é porque me formei em Publicidade que necessariamente serei uma produtora gráfica ou tenha intenção de trabalhar com isso. A pessoa que se formou em Estilismo e Moda não necessariamente será um designer de moda.  É claro que todos os profissionais devem ter conhecimentos abrangentes sobre a sua área de atuação, mas há funções que demandam especialização ou experiência no cargo. E esses pormenores devem estar descritos na vaga!

Ao anunciar a vaga, verifique quais serão as atividades de rotina do profissional a fim de evitar a perca de tempo do entrevistador e do candidato. Se a tarefa de maior peso do profissional será desenvolver graficamente peças publicitárias, por exemplo, anuncie “Vaga para Designer Gráfico”. Nos requisitos especifique: “Formação em Comunicação Social”, “Desejável experiência na função de designer”. Se além de peças publicitárias, o profissional deverá desenvolver layouts para a internet, especifique a necessidade em algum lugar e não simplesmente divulgue “Vaga: Publicitário”.

Geralmente, os profissionais de recrutamento que são questionados sobre mais informações dizem que a empresa que está contratando não repassou. E isso, com certeza, pode ser verdade. Mas, se todos vivemos sob o mesmo princípio de escassez de tempo, trânsito cada vez mais caótico e sol escaldante, não custa nada ser um pouco inconveniente e insistir por mais detalhes. Um minuto que o profissional de RH investir questionando informações, ele poupa 10 minutos com ligações sem futuro convidando profissionais fora do perfil por telefone.

Não são todos os profissionais do segmento que fazem isso, mas achei digno compartilhar essa observação. Admiro o trabalho e a importância do profissional de RH nas empresas e das consultorias de RH, mas, por favor, vamos atentar para os detalhes.



Acompanhe o Boas Dicas também nas redes sociais: @blogboasdicas e fb.com/blogboasdicas!

---

Deixe seu comentário!




(*) campos obrigatórios.