Viagem | domingo, 5 de junho de 2016
Um dia no Beach Park – fim de semana com emoção

O Beach Park é o maior complexo aquático da América Latina e o que não falta por lá é diversão. Depois de alguns anos sem ir (aquele clássico passeio da escola), resolvi aproveitar um fim de semana e ir curtir as novas aventuras, porque vale muito a pena. O post é longo e, por isso, vou fazer um mini guia para te orientar melhor:

AtraçõesGuia de entradaArmáriosAlmoço e RefeiçõesEstacionamentoBeach Park ResortsPacotes

Beach-Park-Blog-Boas-Dicas


Quais os melhores brinquedos para ir?

Antes de responder essa pergunta, eu te pergunto: qual é o seu estilo? Você gosta de aventura ou é da turma da calmaria? Se você curte mais sossego e morre de medo de altura, tem uma parte do complexo especial para você: as cachoeiras, a famosa correnteza encantada e alguns brinquedos mais lights: a Moreia Negra, o Atlantis e os tobogãs azul e verde que ficam ao lado do Kalafrio, o Hupa e Hopa. Vai lá e arrasa!

Mas, se assim como eu, você curte mesmo é frio na barriga e gritarias for the win, vou te falar as melhores opções.

Vaikuntudo: meu favorito!

Vaikuntudo-Blog-Boas-Dicas-01

Gente, que brinquedo sensacional! Se você é de outra cidade e vier ao Beach Park, coloque como prioridade na sua lista. Até porque ele forma uma fila que pode durar quase uma hora, dependendo do dia. Mas a experiência vale a longa espera. Você desce num tubo com mais 4 pessoas numa boia e, no meio do percurso, passa por um funil gigante a céu aberto. Nesse funil, você dá umas quatro subidas e descidas que, olhe, haja coração! E garganta, se você for desses! Depois, fica mais tranquilo até o final. Sem dúvidas, o meu favorito.

Insano: você vai desistir?

Insano-Blog-Boas-Dicas-01

Então, nesta última visita, eu dispensei o insano! Ihhh Manu, cê é medrosinha, hein? O Insano entrou na minha lista de #eufuieutava (como diria ThaynaraOG), mas eu já desci nele algumas vezes anos atrás. A descida é tão rápida que quando você pensar em cair, já caiu. Mas tenho que dizer que a sensação não é das melhores, afinal de contas, são 41 metros, né Brasil? Você vai lentamente e… vupt! Já caiu desnorteado lá embaixo. Vale ressaltar que agora eles deixam uma câmera e tem, de fato, uma plateia pra te assistir. Mas se você nunca foi, não pode sair sem ir “omeno” uma vez.

Arrepius: os primos do insano

Arrepius-Blog-Boas-Dicas-01

Logo de cara, o primeiro brinquedo que resolvi ir foi o primo, quase irmão gêmeo, do Insano. O Arretado que é só uma queda livre (25 metros). Posso dizer? Foi tão doido quanto o insano, mas foi bom que já deu logo aquela: depois desse, dá pra ir em todos. Você desperta nem que não queira! Os outros tobogãs do complexo são muito bons. O que eu mais gostei foi o listrado roxo com branco (Arri Ema), que tem uma “tigela” no meio ~ a surpresinha. Você jura que vai ficar preso a céu aberto sem ter como sair e, de repente, cai de uma vez (e pode ser de costas, hahaha). Muito bom! Também é nesse complexo que tem as famosas cápsulas. Eu não tive coragem de ir, porque esse negócio de “abrir o chão” dá uma agonia. Mas ele não é tão queda livre, é mais “ondulado” e menos ingrime. Prefiro a queda com velocidade, #aquelas.

Beachpark (nosnomundo) - Arriema(via: nosnomundo)

 

Outras atrações

O Kalafrio também é muito bom, principalmente porque na volta é quando realmente dá o calafrio, então o suspense fica um pouco na primeira descida. O Ramubrinká (fica próximo ao Maremoto) também é um ótimo brinquedo. Eu gostei mais dos que vão de céu aberto e nos quais você pode ir de dupla. O vermelho é o melhor, vai por mim!

Kalafrio-Blog-Boas-Dicas-01

Pequeno Guia para que nunca foi ao Beach Park

Tudo no Beach Park é pago. E, lembrando que é um enorme complexo turístico, prepare seu bolso.

O ideal é ficar andando pelo parque somente de biquíni. Mulheres: indico irem de maiô, porque em muitos brinquedos (especialmente os mais radicais) o biquíni tende a sair do lugar. Os demais acessórios não podem ser levados durante as quedas d’água (inclusive saídas de banho, colares e pulseiras), por isso, se você não tiver para quem entregá-los, eles vão atrapalhar.

E onde eu deixo meus pertences?

Lá, eles possuem um armário (pago) para que você guarde carteira e bolsas. São dois tamanhos: um pequeno (R$22) e um grande. Se você tiver com até duas bolsas médias e duas toalhas, cabe apertadinho no pequeno. É só você dar um empurrãozinho que dá certo. A chave fica numa pulseira de borracha – a dica é prender no tornozelo para não perdê-la. Ao comprar o armário, você precisa deixar uma calção de 30 reais e, se perder a chave, perde também esse dinheiro. Aproveite, ao sair do armário, para passar protetor solar. Lembre-se de que o sol de Fortaleza não é moleza e é sempre bom repor a cada 2h para evitar problemas na pele.

Beach-Park-Armario-Blog-Boas-Dicas-01


Onde eu posso descansar e comer?

O Beach Park possui um restaurante self-service com várias guarnições (incluso saladas, para quem é vegetariano) e churrasco. Existem também os pacotes que dão direito a lanches e sobremesas. O preço do quilo é em torno de R$38,00. Se atente para não comer demais e acabar não aproveitando o parque após o almoço, porque ele fecha rápido. Dica: comam o churro do carrinho, é muito delicioso!

Beach-Park-Restaurante-Blog-Boas-Dicas

Cartão de consumo: tudo o que você quiser consumir no Beach Park precisa antes de um cartão pré-pago. Você adquire ele na entrada do parque, abastece com um saldo e vai debitando ao longo do consumo. No final do dia, você pode receber o dinheiro que sobrar no caixa.

Complexo Beach Park

Quem mora em Fortaleza, pode passar somente o dia no parque, e o acesso é bem tranquilo. Quem vai de carro pode estacionar no próprio parque (estacionamento R$16,00 a diária) e também existem linhas de ônibus para chegar lá.

Beach-Park-Blog-Boas-Dicas-03

Mas o parque possui muitas atrações para turistas, começando pelos Resorts do Beach Park, vários hotéis nos quais você pode se hospedar e curtir tanto a maravilhosa Praia das Fontes quanto ter acesso ao parque durante os dias de hospedagem. São várias opções de pacotes que incluem até passagem aérea. Antes de entrar no parque em si, o local também tem um centro comercial com várias atrações: lojas de roupas e acessórios, lojas de artesanato, carrinhos de lanche, foodtrucks e lanchonetes. Tudo lindo e muito bem ambientado, especialmente durante a noite.

Porto-das-Dunas-Blog-Boas-Dicas-01

Beach-Park-Blog-Boas-Dicas-01

Atualmente, o ingresso do Beach Park custa R$195,00 reais. Acredito que quem é estudante pode se informar pela meia entrada. O parque funciona das 11h às 17h, mas algumas atrações fecham antes do encerramento do parque. Por isso, é bom ficar de olho nas atrações que você mais quer ir, porque nem sempre dá tempo de ir em todas.

Beach-Park-Blog-Boas-Dicas-02

Foi um post enoooorme, mas acho que vai ser útil para quem está procurando mais informações sobre o parque aqui em Fortaleza e em outras cidades. Aproveite muito o dia de diversão! Até o próximo post. 😉



Acompanhe o Boas Dicas também nas redes sociais: @blogboasdicas e fb.com/blogboasdicas!
Comentários atuais >>
  • Em 9 de setembro de 2016 às 12:43 am,
    Lilian da Silva Cardoso disse:

    Você não faz ideia da vontade que tenho de conhecer esse parque. Seu post até acelerou meu coração <3 Ô vontade!

  • Em 26 de dezembro de 2016 às 12:33 am,
    Emanuele disse:

    Lilian, o Beach Park é mesmo incrível, viu? Que feliz que você ficou animada. É sempre bom mentalizar pra conseguir realizar nossos sonhos. <3

---

Deixe seu comentário!




(*) campos obrigatórios.