Mulheres ocupam mais cargos de liderança -
Sem categoria

Mulheres ocupam mais cargos de liderança

O Brasil entrou no ranking dos 10 países do mundo com mais mulheres na liderança, ficando atrás somente dos Estados Unidos, Inglaterra e Índia. Os dados são do International Business Report (IBR) – Women in Business 2019, realizada pela Grant Thornton.

Segundo a pesquisa, o Brasil avançou 12 pontos percentuais no ranking, que mostrou que 87% de empresas em 35 países têm pelo menos uma mulher nos cargos de gestão.

Esses dados mostram que a busca pela igualdade de gênero em cargos mais altos está avançando lentamente, mas ainda há muito o que ser feito pela frente.

Aqui no Ceará, a marca de sapatos voltada para o público masculino – JEF – tem 70% do seu quadro de funcionários composto por mulheres. Os cargos vão de financeiro a gerência. 

Nancy Menezes é uma delas. A gerente conta que descobriu seu potencial na marca, onde nunca sentiu diferenciação entre homens e mulheres. No financeiro, quem está à frente das contas da empresa é Thamires. O cargo, que por vezes é ocupado por homens, agregou o talento que a funcionária sempre soube que tinha. Ela comenta que sempre foi boa com números e chegou a gente ouvir que isso era “papel de homem”, mas seguiu sua intuição e hoje é reconhecida. 

Falando em números, os irmãos e sócios da marca, Hugo e Guilherme Quinderé, afirmam que não há diferença salarial para os mesmos cargos na empresa. “Não existe um cargo que seja específico para homens. As mulheres têm as mesmas competências para cargos e salários”, ressaltam. 

Avatar
Jornalista por formação e publicitária por profissão. Gosto de músicas, coisas asiáticas, gastronomia, beleza e comportamento. Passo as horas de folga atualizando as inscrições do youtube ou cozinhando guloseimas.
Post criado 281

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo